A culpada


Senti a profunda necessidade de fazer uma descrição decente, sobre mim e sobre o blog. Mas antes, de definirmos algo é importante saber o que é e de onde vem, ou seja, achei que seria interessante aproveitar essa descrição pra entender melhor o significado do meu nome antes de dizê-lo, então lá vai. Meu nome tem significado: de linhagem nobre, graciosa, elegante, ousada, independente, tem originalidade e força de vontade, e origem gaulesa, mas quem seriam os gauleses? Pesquisando descobri que eram tribos e povos celtas (referência: Asterix e Obelix), que viviam onde hoje é basicamente o território da Bélgica, França e Itália. Confesso que fiquei me imaginando com um chapéu de chifres e longas tranças (ui :s). Enfim. Continuando, com essas minhas pesquisas eu não só descobri coisas sobre essa importante denominação, que diz muito mais sobre nós do que imaginamos mas também algumas coisas sobre meu próprio conteúdo. Bom, não gosto muito de falar sobre mim. Prefiro que tirem suas próprias conclusões, por isso achei coisas que meus amigos me indicaram alegando que realmente dizem bastante sobre mim. Pra começar, alguns pequenos trechos: "Ousada, com espírito competitivo, independente e original, está sempre pronta a se aventurar. Com uma personalidade ativa e decidida, não vê graça numa vida sem desafios. costuma atrair as pessoas com seu entusiasmo. Como aprecia a liberdade de se locomover e ir por onde quer, vive fugindo de responsabilidades ou de situações muito sólidas. Sente necessidade de mudança, e versatilidade de oportunidades, por isso tem que tomar cuidado para não se tornar teimosa, ou passar uma imagem de pessoa inconstante". E uma outra coisa que minha mãe mencionou sobre meu nome, que fala muito sobre mim seria: que A= a prefixo (negação) + line= linha (em inglês), que ficaria, sem linha, uma pessoa sem uma única linha de pensamentos, sem uma única linha de opiniões, sem uma linha concreta. Uma verdadeira metarmorfose humana. Mas mesmo com todas essas descrições, tem um trechinho em especial, que particularmente resume tudo isso em poucas palavras. Um que esta no meu perfil há bastante tempo, porque não tenho coragem de trocá-lo por uma qualquer frase que venha de mim, acredito que nada me descreveria melhor tão resumidamente como essa frase: "Sou composta por urgências... minhas alegrias são intensas; minhas tristezas, absolutas. Me entupo de ausências, me esvazio de excessos. Eu não caibo no estreito, eu só vivo nos extremos..." (Clarice Lispector). É como uma amiga minha me disse, é estranho ver meu blog, porque eu sou assim, falo um monte de besteiras e bobagens, e de repente eu falando de coisas tão sérias como sentimentos, e ainda transmitidos em palavras, acho que é ai que vem "eu só vivo nos extremos...". Por fim, acho que é isso. Oi, meu nome é Aline (aquela sem linha) e eu sou a culpada pela existência desse blog.